Magia Egipcia – As cores na magia egípcia

magia egipcia

Portal a&eAs cores na magia egípcia

 

Vermelho (DESHER): Poder e perigo, cor associada ao deserto (terra vermelha), quando se escrevia um nome com essa tinta significava que era inimigo, em aspecto negativo era associada a Seth (Deus do mal, das tormentas e o caos).
O vermelho não era só de perigo ou desgraças, seu significado se convertia em vitória.

Preto (KHEM): Os antigos egípcios o associavam com Kemet, que significa “Terra preta”, como chamavam ao Egito. O preto era uma cor primária de fertilidade e renascimento, se referiam ao lado sedimentado que marcava a cheia do Nilo, a vida dos egípcios se originava nas escuras águas primordiais, o Nilo era tudo para eles, as inundações deixavam as terras férteis, o Faraó se encarregava de pedir chuva aos Deuses, já que era o único que podia falar com os eles.
Anúbis, o Deus responsável pelos embalsamentos e os mortos, era representado como um cão preto ou com cabeça preta de chacal.
O preto também representava as trevas, Osíris, o Deus do submundo, Osíris é representado as vezes de cor verde.
A maioria das estátuas egípcias estão pintadas de preto e dourado, especialmente a dos Faraós.

Branco (SHESEP): Foi uma das primeiras cores utilizadas no antigo Egito, associada
a pureza e a santidade, sobretudo aos rituais, os sacerdotes vestiam-se com túnicas brancas, incluindo as solas das sandálias. A cidade de Mênfis podia distinguir-se facilmente, a muralha que rodeava a cidade era branca, daí o nome “a cidade de paredes brancas”. Os Egípcios diziam que os ossos dos Deuses eram feitos de prata, também chamada Hedj, simbolizando a luz da lua. O sol e a lua simbolizavam juntos o ouro e a prata, Ísis em sua faceta lunar e Khonsu, o Deus da lua, suas vestimentas eram brancas.

Verde (WADJ): Esta cor simboliza a vida e o crescimento, como o verde que cresce na margem do Nilo, o verde se associa com o talo e as folhas do papiro, a planta com que se confeccionavam os papiros para escrever, no Baixo Egito a Deusa serpente Uadjit (cabeça de mulher, corpo de cobra com asas), era a protetora, seu símbolo era o papiro e era conhecida como “A verde”.
O verde era a cor habitual para os amuletos de cura, nas tumbas e suas paredes, pintava-se as pessoas falecidas com a pele verde, isso significava que estavam renascendo; o rosto e a pele de Osíris eram de cor verde, representando a renovação das colheitas e seu poder sobre a natureza. As asas de Hórus também eram de cor verde.

Amarelo (KENI): Cor do solar, símbolo indestrutível e permanente, a cor da carne dos Deuses, era também a cor dos Faraós depois da morte, ao falecer se convertiam em divindades, o dourado representava o Deus Rá, as máscaras funerárias e os sarcófagos eram de ouro, associado a esta cor divina, todas as divindades se faziam de ouro, para indicar seu poder e natureza divina.

AZUL (KHESBEDJ): Representa o céu, especialmente o céu estrelado e a Deusa do céu, Nut (mãe criadora, Osíris, Isis, Neftis e Seth, eram seus filhos, mãe do sol, a lua e todas as estrelas), o azul e o dourado se utilizam em rituais para simbolizar a Nut.Pode representar a sabedoria e o poder celestial, além de representar a proteção vital; também é a cor de Thoth (Deus da sabedoria e da escrita), em forma de babuíno azul.
O Deus Amon as vezes era representado com o rosto pintado de azul.

 

Portal a&e Voltar ao tema: Simpatias para engravidar Simpatias angelicaisSimpatias Amor | Amarrações|Encantamentos|Simpatias ciganasWicca |Simpatias & magias egípcias | Banhos mágicos | Amuletos & Talismãs | Simpatias Dinheiro & Prosperidade | Incensos mágicos |

(Visited 2.309 times, 2 visits today)
Partilhe, recomende e vote neste artigo
Artigos relacionados