Tag Archives: bruxaria

Bruxaria africana para dominar homem

Bruxaria africana para dominar homem

Magia vermelhaBruxaria africana para dominar homem

 

A bruxaria africana, a magia africana, estão repletas de rituais e feitiços para dominar um homem e fazer um macho vergar aos seus pés.

Embora na tradição de bruxaria wicca da Europa, fazer amor voltar por bruxaria seja algo que promete consequências negativas devido á lei do retorno, na bruxaria africana os rituais, magias e feitiços de dominação de um amor são comuns. A bruxaria africana nestas magias de fazer amor voltar, rituais de subjugar o homem, feitiços de amansar o amor, apela a forças espirituais femininas e considera o seu uso perfeitamente normal no campo das realizações da bruxaria. Muitas são as bruxarias para dominar homem, bruxarias para fazer homem vergar e bruxarias para amansar homem, mantendo cativo seu amor e garantindo assim fidelidade, potência sexual, mansidão e amor do macho.

Este tipo de bruxaria para dominar, amarrar a vergar homem, é bruxaria de origem africana e é bruxaria usada exclusivamente para uma mulher manter um homem sobre domínio e controlo total. Cuidado, porque a força espiritual usada nesta bruxaria é caprichosa, e toda a bruxaria tem de ser feita com justificação, fé e seriedade, ou prejuízos poderão resultar da bruxaria.

O que é necessário para executar a bruxaria:

1-     Vela vermelha

2-     1 Cêntimo por cada ano que você tem

3-     1 Imagem de pomba gira

4-     1 Pires

5-     1 Pedaço de papiro virgem

6-     1 Pedaço de pano vermelho virgem

7-     Esperma de macho recentemente adquirida

8-     Uma bolsa vermelha de seda virgem

9-     1 Cálice de whisky

10-  7 Rosas vermelhas

Como e quando realizar bruxaria:

Comece bruxaria para dominar homem, ou bruxaria para fazer homem regressar, ou bruxaria para fazer homem vergar, numa sexta-feira ás 11h00.

Antes de começar a bruxaria, alcance um êxtase sexual com outro homem. Limpe-se, conservando num pano vermelho virgem todos os fluidos sexuais que resultaram do acto. A mistura de seus fluidos, com o sémen de outro macho, deve ser conservada nesse pano. Havendo-se usado na relação sexual uma «camisinha», (preservativo), logo após o acto você deverá limpar-se no pano vermelho virgem, depositando depois no pano o esperma do macho, misturando as essências com os fluidos masculinos no tecido.

Esculpir o seu nome na vela vermelha.

Escrever o nome do homem no papiro, com tinta vermelha, colocando depois o papiro do pires.

Usar o pano onde os fluidos sexuais da relação anterior forma depositados, para esfregar a vela e assim ungir a vela.

Ungida a vela com os fluidos sexuais, acender a vela e proceder de forma a que gotas da cera derretida da mesma vão caindo sobre o papiro que se encontra no pires.

Recitar:

Esse é o teu nome, ( dizer o nome)

Sobre ti deposito meu amor, e o selo da luxúria de outro macho. Invoco-te, espírito feminino poderoso de Pomba Gira, para que te fazeis representar nesta chama que arde em teu nome. Deposita tua ardência neste nome, e fa-lo vergar. Sobre ti, ( dizer nome), reside o poder de um feminino espírito forte e eterno, junto com tua humilhação na forma de quem me amou. Assim será o resto de teus dias, sobre meus pés, sobre minha vontade.

Assim feito, coloca a vela diante da imagem de pomba gira, e deixa a vela arder ate ao fim.

Estando a vela ardida,  coloque os restos das velas e o papiro na bolsa de seda vermelha. Ali deverá também depositar o pano vermelho com os fluidos sexuais, e todas as moedas. Fecha a bolsa.

As moedas devem ser dedicadas a Pomba Gira, bem como os fluidos de macho que foram envoltos na bolsa de seda. Ao faze-lo, deverá dizer:

«Espírito de amor, este é o homem, este deverá vir a mim rapidamente. Por cada ano que tenho, cada chicotada lhe seja vergada, e cada quebrada mansidão lhe seja na alma cravejada. Louvada sejas»

Beba de uma vez um gole de whisky, e logo diga:

«Espírito poderoso, contigo partilho minha dor, meu desejo e meu amor. Faz por mim, tudo o que fosse por ti»

Enterre a bolsa numa encruzilhada, ás 24h00 dessa mesma sexta-feira. Deverá a bolsa ser disposta de forma a que jamais alguém a possa encontrar. Sobre o local onde a bolsa for enterrada, 7 rosas vermelhas devem ficar.

 

O seu homem virá, homem manso como cordeiro, homem a seus pés, homem rastejando como cachorro.

Portal a&e«« Voltar ao tema: Amarrações | Bruxaria Africana

Partilhe, recomende e vote neste artigo

Ritual de auto-dedicação á Bruxaria

Ritual de luxuria e sedução

Ritual de auto-dedicação á Bruxaria

Ritual de ordenação sacerdotal de magia negra

 

INGREDIENTES:

– 5 Velas negras;

– 1 Vela vermelha;

– Incenso de sangue-de-dragão;

– 1 Túnica negra;

– 1 Taça com sal;

– 1 Copo com água;

– 1 Taça com vinho.

 

RITUAL:

PREPARATIVOS:

Prepare uma boa refeição com antecedência, pois deverá jejuar pelo menos 6 horas antes de começar o ritual.

Prepare as suas velas, incensos e tudo o mais que precisar, antes de começar o ritual.

Assegure-se de que não será interrompido/a.

Coloque uma vela negra no centro do seu altar, e uma outra a cada um dos pontos cardeais, e a última, a vermelha, igualmente ao centro do altar. No decurso do seu ritual acenderá as velas pela ordem que as colocou.

Sobre o seu altar coloque a taça com vinho, servir-lhe-á a saudar os Elementos e os Deuses.

Antes de começar o ritual, tome um banho para relaxar e se concentrar mentaente no ritual que vai realizar. Coloque a túnica perto da banheira afim de a poder enfiar logo que saia do banho. Tome o banho apenas á luz de velas. Quando se vestir, vista-se em silêncio. Fique nu/a por baixo da túnica, e descalça/o, como simbolo de fidelidade e submissão ás forças espirituais ás quais vai fazer o ritual de dedicação.

RITUAL:

Comece por delimitar o seu circulo mágico com o athame (ou uma faca de cabo preto) de forma a que o seu altar fique ao centro. De seguida consagre o sal, a água, o incenso e a vela vermelha aos elementos.

Uma vez o círculo formado sente-se no chão, de pernas cruzadas e medite acerca de sua escolha: de se dedicar ás forças negras. Quando se sentir pronta/o levante-se, eleve os braços aos céus, pedindo ajuda aos Poderes das Trevas, para que o seu pedido seja aceite.

Acenda então as velas que são o simbolo da Energia que entra em si. Devereá pronunciar as invocações em voz alta e firme.

Vá até ao altar e acenda a vela vermelha que se encontra ao centro, e diga:

“Que a minha alma seja inundada pelas ondas benfeitoras

Do amor e da obscuridade que nascem em mim.

Que eu seja submergida pela visão dos tempos antigos,

Quando a sabedoria sagrada banhava o mundo,

E que me sejam dados a conhecer os segredos.”

Dirija-se para a vela colocada a este, acenda-a e diga:

“Que as minhas mãos sejam abençoadas pelo elemento Ar,

Que o meu sopro me traga a clarividência,

Que o Ar Sagrado abra o meu terceiro olho,

E me permita reconhecer os meus dons psiquicos”

Dirija-se para a vela colocada a oeste, acenda-a e diga:

“Que as lágrimas que trazem as rimas e os escritos

Sejam banidas da minha vida graças ao Elemento da Água

Que banha qualquer coisa.

Que me seja autorizado mergulhar no oceano

Desta água sagrada que dá a vida e o conhecimento”

Dirija-se para a vela colocada a norte, acenda-a e diga:

“Que a alegria vibrante da vida que cresça em mim,

e que todas as criaturas sirvam os meus objectivos e os meus desejos.

Que o canto do ciclo incessante da vida

Se perpetue em mim, agora e para sempre.”

Dirija-se para a vela colocada a sul, acenda-a e diga:

“ Que as chamas sagradas me encham de seu ardor

E que em mim brilhe o fogo sagrado da devoção

Aos meus instintos e aos meus desejos.

Que o elemento do Fogo me assista

Na minha procura de conhecimento e do saber escondido.”

Acenda agora a sua última vela negra (a que está no centro e que representa as Trevas) e diga:

“Pelo poder da Terra, do Ar, da Água, do Fogo,

Sob o olhar benevolente das Trevas,

Falo do que me vou tornar.

Dedico a minha existência ás Trevas,

Afim de conhecer e compreender os seus segredos

Para o meu grande bem

E o cumprimento do meu destino.”

Eleve agora os braços aos céus e diga:

“Eu te invoco ó Lilith, Grande Deusa ignorada,

Mãe de todos os que aderem ao principio antigo das Trevas,

Para que tu me permitas fazer parte do grupo de tuas amadas crias.

Ó Tu, linda e grandiosa Deusa,

Conhecida sob os nomes de Lilith, Astarte, Hécate, Isis e outros mais,

Eu te imploro que me acordes este favor,

De estar ao teu serviço para a vida.

Prometo seguir os éditos de Tua Lei que será igualmente minha.

Prometo viver de acordo com o preceito sagrado:

“Faz o que te aprouver”.

Ó Tu que és a rainha incontestada de todos os que praticam a via da esquerda,

Acolhe-me,

Abro-te a minha alma

Afim que possas julgar da veracidade do meu juramento.

Que assim seja.”

 

Sente-se por alguns momentos. Pegue no cálice, beba e saúde a Deusa, os Elementos e as Trevas. Agradeça-lhes e desfaça o círculo.

Partilhe, recomende e vote neste artigo