Orações a Santa Ângela de Foligno, Orações ás Santas

 

Portal a&eOrações a Santa Ângela de Foligno

 

 

 

Santa Ângela de Foligno

1248-1309

Celebra-se a 4 de Janeiro

Padroeira dos consumistas e apegados

Santa Ângela de Foligno, nasceu em 1248, em Foligno, na Itália.

Aos 37 anos, perdeu sua família: filhos, marido e pais. Resolveu então ingressar na Ordem Terceira de São Francisco.

Morreu a 4 de Janeiro de 1309, aos 61 anos de idade.

Escreveu sua autobiografia, uma das obras místicas católicas mais preciosas da Idade Média.

Seu túmulo fica na igreja do convento franciscano de Foligno. Viveu uma profunda experiência mística, após a qual seguiu o exemplo de São Francisco, na pobreza e na ajuda aos irmãos.

Para saber mais sobre a vida de Santa Ângela de Foligno: Ver

 

Orações, Oração a Santa Ângela de Foligno

 

“Ó Deus, Pai e Senhor nosso, a experiência de Santa Ângela nos ensina o quanto é agradável a vós a conversão sincera dos corações ao evangelho.

Queremos deixar tudo o que em nossa vida é injustiça e egoísmo, a fim de conhecer-Vos melhor e servir-Vos em nossos irmãos, sobretudo os mais necessitados. Amém.

Santa Ângela, rogai por nós.”

 

Orações,Oração de Santa Ângela de Foligno

 

Deus, nosso Pai, quando o sofrimento vier nos visitar, e, na aflição, não quisermos aceitá-lo, dai-nos força para não cairmos no desespero. Conservai viva e inabalável a nossa esperança. Na hora da dor, fazei-nos compreender, Senhor: sois vós que lavrais nosso campo e trabalhais a nossa terra, até que as sementes germinem, cresçam as searas e produzam em nós abundantes frutos.

 

Orações,PALAVRAS de SANTA ANGELA DE FOLIGNO

 

“Eu, Ângela de Foligno, tive que atravessar muitas etapas no caminho da penitencia e conversão. A primeira foi me convencer de como o pecado é grave e danoso. A segundafoi sentir arrependimento e vergonha por ter ofendido a bondade de Deus. A terceira me confessar de todos os meus pecados. A quarta me convencer da grande misericórdia que Deus tem para com os pecadores que desejam ser perdoados. A quinta adquirir um grande amor e reconhecimento por tudo o que Cristo sofreu por todos nós. A sexta sentir um profundo amor por Jesus Eucarístico. A sétima aprender a orar, especialmente rezar com amor e atenção o Pai Nosso. A oitava procurar e tratar de viver em contínua e afetuosa comunhão com Deus”.

 ”Quanto mais você rezar, mais luz receberá; e quanto mais luz receber mais profundamente verá o sumo bem e a bondade dele definida em todas as coisas. E, quanto melhor e mais profundamente ver, mais o amará; e quanto mais o amar, mais será feliz; e quanto mais for feliz, mais compreenderá Deus e será capaz de entendê-lo”.

Orações,Visão de Santa Ângela de Foligno no dia da Apresentação do Senhor

 

Eis chegada a hora em que Maria, Virgem e Rainha, veio ao Templo com  seu Filho.

Era o dia da Purificação da Virgem. Eu estava em Foligno, na Igreja  dos Frades Menores. Subitamente, ouvi uma voz a me dizer: “Eis a hora  em que Maria, Virgem e Rainha, veio ao Templo com seu Filho”. Minha  alma ouviu com grande amor e, tendo ouvido, ficou extasiada; e, em pleno arrebatamento, vislumbrei a Rainha que entrava, colocando-se diante de mim, encontrando-me trêmula, de respeito e emoção.

E, no entanto, eu hesitava; tinha receio de me aproximar. Ela me tranquilizou e estendeu-me Jesus, criancinha, que levava em seu regaço, dizendo-me: “Ó, tu que amas a meu Filho, recebe Aquele que amas.” Colocou-o em meus braços, dizendo-me: ” Ele estava envolto em  panos e tinha os olhos fechados como se dormisse.” A Rainha se sentou.  Parecia extenuada. Seus gestos eram tão belos, sua atitude tão  maravilhosa, sua pessoa tão nobre, sua aparência tão sublime, que meus  olhos não podiam fixar-se somente em Jesus, sendo forçados a olhar,  igualmente, para a Sua mãe.

De repente, a criança despertou em meus braços. Os panos que a cobriam  caíram por terra, ela abriu os olhinhos e olhou para mim. Com aquele olhar, Jesus Menino me dominou, vencendo-me completamente. Como chama ofuscante o esplendor do seu olhar e a sua alegria brilhavam. Era de cegar… Então, Ele surgiu em sua majestade imensa, inefável, e me disse: “Aquele que não me enxergou criança, pequenino, jamais me verá grande.” E acrescentou: “Vim até você e estou me oferecendo a você  para que você se ofereça a Mim.”

 Santa Angela de Foligno, Livre des visions et instructions n° 45 (Livro das visões e  instruções, nº 45)

 

Portal a&e Voltar ao temaOrações aos Santos & Santas Orações para Amor | Orações a São Cipriano | Orações a Santo Antonio Orações (todas)| Mezinhas |BelezaBanhos mágicos |  Poções Mágicas | Afrodite | Anjos |  Simpatias, magias & feitiços rápidos | Magia das Fadas|  Simpatias Amor | Amarrações | Encantamentos | Simpatias ciganas | Wicca |Simpatias & magias egípcias |  Amuletos & Talismãs|Simpatias a IemanjáSimpatias Dinheiro & ProsperidadeSimpatias angelicais | Simpatias a Sto AntonioSimpatias para engravidar |Feng Shui | Simpatias para o Lar | Horoscopos |

(Visited 695 times, 1 visits today)
Partilhe, recomende e vote neste artigo