Ervas mágicas – As folhas sagradas dos deuses afro

Portal a&eErvas mágicas – As folhas sagradas dos deuses afro

ACÁCIA-JUREMA

Ligada ao Deus (Orixá) Oxóssi. Usada nos banhos de descarrego, sacudimentos, lavagem de contas. Obs.: ESTA FOLHA NUNCA DEVE SER QUEIMADA.

Nos cultos de Catimbó, os indígenas fazem uma bebida, extraí­da da raiz desta planta, que chamam de Cauim ou Ajucá. Da infusão ou decocção obtida da casca, dizem os índios que, depois de bebê-la, se sentem leves, transportados para o Céu. Na medicina caseira é utiliza­da externamente, em banhos ou compressas sobre úlceras, cancros, e na erisipela, em razão de um prin­cípio orgânico nela contida.

ALECRIM DO MATO OU DE CABOCLO

Ligada aos Deuses (Orixás) Oxalá e Oxóssi e vários Orixás. A única diferença do ale­crim do mato é que esta espécie chega a uma altura de dois a três metros. Usada para banhos, ama­cis de Ori Banho de cabeça), lavagem de contas, e de­fumações pessoais e de ambientes, banhos de Abô (indispensável), pois afugenta os Éguns (espíritos desencarnados) e Exu (Orixá das encrizilhadas, que muitas vezes confundem o bem com o mal). Na me­dicina caseira é usada como remé­dio eficaz para tosses (catarros), bronquites, usando-a como chá.

ALFAVACA DO CAMPO

Planta conhecida na Bahia como Quioiô e no Nordeste como remédio de xaqueiro. Usada para obrigações de amaci de Orí. Des­carrego, banho de Abô (limpeza espiritual), lavagem de contas. Do cozimento das folhas, usa-se fazer o chá e um xarope pa­ra coqueluche e principalmente para combater tosses rebeldes, bronqui­tes e asma.

ALFAZEMA DE CABOCLO OU ACÁCIA OU JUREMINHA

Ligada aos Espíritos dos Caboclos. Usada para o Abô, amaci de Ori, lavagem de contas e nas defumações pessoais e de ambientes. Na medicina caseira é usada para fazer essências aromáticas (perfumes) ou  são colocados em ramos em saquinhos perfumados (sachê) para as gaveta.

 O chá é usado contra tosses rebeldes e bronquites.

ARACÁ DO CAMPO

Ligada ao Deus Oxossi . Usada para lavagem de contas. Na medicina caseira, é usada como chás para diarréias e para alterações das vias urinárias.

ARRUDA MACHO

Usada em todos os rituais e principalmente em banhos para cortar inveja, olho-grande, benzi­mentos, lavagem de contas. Esta planta na Bahia é usada para se fazer amuletos, pa­tuás, figas e cruzes. Na medicina caseira, usada contra vermes e reu­matismo. O sumo macerado é utilizado para fechar feridas (excelente cicatrizante).

ALAMANDA

Ligada aos Deuses Obaluayê e Oxun. É muito usada pa­ra banhos de descarrego. Na medi­cina caseira é muito usada nos tra­tamentos das doenças de pele, sar­na (coceiras), eczemas e furunculose. Usa-se uma loção feita com as folhas cozidas.

ÁLFAVACA-ROXA

Ligada aos Deuses Obaluayê e Xangô. Na medicina tem as mesmas aplicações descritas antes.

ALOÉS OU BABOSA AZEVRE OU AZEBRE — ALOÉ

Ligada aos Deuses Obaluayê e Ogun. Da gosma contida no interior da folha, faz-se aplicações para queima­duras, tônico capilar, cristel para hemorróidas. Tendo grande eficá­cia como emoliente, é muito usada para abcessos e tumores. Como esta planta custa muito a secar é substituída pela piteira (fo­lha de Ossayn), que oferece sem­pre folhas secas para uso imediato e que, do mesmo modo, é um Aloés.

ANDA-AÇU OU INDAIAÇU OU COTIEIRA

Ligada ao Deuse Obaluayê ou Omólu. Na medicina caseira é tida e havida como eficaz, aplicados os frutos socados, para descarregar o intestino, pois age como laxante e purgativo. No campo da veterinária, também é usada em doses muito fortes. Do cozimento das folhas é feita uma mistura para o tratamento do reumatismo, em de­moradas compressas ou em banhos quentes demorados. Também é usa­da como regulador do fluxo mens­trual das senhoras.

ARATICUM –DE-AREIA OU BIRIBÁ OU MALÔLO

Ligada aos Deuses Obaluayê, Oxun e Ye­maujá. Planta africana muito usa­da pelos povos Bantus, principal­mente no Congo e na Angola, on­de toma os nomes de Yôlo, May­lo ou Malólo. Liturgicamente mui­to usada, sem mistura de outra erva, para banhos de descarrego. Na medicina caseira, a polpa dos fru­tos é usada para vazar tumores, e do cozimento das folhas para o tra­tamento de reumatismo.

(Obs:  Há outra espécie que pertence à mesma família, que é o araticum-do-mato, aironacea, per­tencente aos mesmos Orixás e que dá uma fruta gostosa, conhecida como Biribá)

ARREBENLA-CAVALO

Ligada aos Deuses Obaluayê e Exu. Usada como aroeira, para banhos fortes de descarrego, do pescoço pra baixo. Participam do cozimento para banho (sem ir ao fogo), maceradas: O pinhão roxo, são gonçalinho e a vassourinha-de-relógio.

(Obs.: Esta planta difere bastan­te da outra que possui o mesmo no­me. Esta não tem espinhos, as fo­lhas são denteadas, macias e a plan­ta é leitosa, enquanto que a outra dá uns frutos arredondados e ver­melhos; quando maduros, as folhas e caules são espinhosos).

ESTA PLANTA NÃO TEM USO NA MEDICINA CASEIRA.

ANGELICA

Ligada aos Deuses Ossaiyn e Oxalá. Ter um ramalhate em casa afasta a inveja e os maus fluídos. Usada serve também para atrair o amor perfeito, quando usada em magias para tal.

ANTÚRIO OU  ZANGA

     Ligada aos Deuses Tempo ou Ossaiyn. Dentro da medicina caseira, é usa­da como tônico capilar.

ALFACE

Contam as lendas que Vênus – Afrodite quis um dia es­conder Adonis, e para isso acomodou-o num de pé de alface, cobrindo-o com as folhas da referida planta. Deste modo protegeu o filho da ira dos outros deuses por longos anos. A alface para os gre­gos era tida como planta sagrada. Nos cultos afro-brasileiros é folha de Éguns (mortos). Toma-se chá das folhas para retirar influências de espíritos desencarnados.

AROEIRA

Ligada aos Deuses Exu, Ogum e Logun-Éde. O banho forte serve para descarregar energias negativas e lavar instrumentos e altares, visando sua purificação das larvas astrais danosas.

ARREBENTA CAVALO

Ligada aos Deuses Exú e Obaluayê. O Banho é usado para descarrego de larvas astrais danosas (do pescoço para baixo).

AVELÓS OU FIGUEIRA DO DIABO OU GAIOLINHA

Trazida da África por um missionário e plantada em Carua­ru, estado de Pernambuco, em 1892. Usa-se socada para purificação dos instrumentos mágicos e altares.

Obs.: O LEITE DESTA  ÁRVORES , CA­SO CAIA NOS OLHOS, CEGA.

BAMBÚ

Ligada aos Deuses Ogum e Iansâ. Usado as folhas secas com bagaços de cana para defumações e o banho do pescoço para baixo, contra as influências danosas de energias de espíritos negativos.

BRINCO DE PRINCESA

Para (Eligbará – Rei dos Exús). Emprega­da em banhos fortes de descarga contra energias negativas, preferencialmente numa encruzilhada, tendo-se o cuidado, de deixar um vela acessa e um copo de água, em caso, num local mais lato que a cabeça e fazendo-se uma prece ao seu guia espiritual (firmar o guia).

BRIO  DE ESTUDANTE

Ligada aos Deuses Ossaiyn e Ogun. Na medicina caseira é usada em chá, contra a insônia.

BARBA-DE-VELHO OU MUSGO

Ligada aos Deuses Obaluayê e Oxalá. Apli­cada nas defumações após os banhos de descarrego. Na me­dicina caseira é usada como uso tó­pico em forma de suco para com­bater hemorróidas.

 

BELDROEGA

Ligada aos Deuses Obaluayê, Exú e Tempo. Usada para purificação de altares e instrumentos. A purificação é feita limpando-se os instrumentos e utensílios com sabão da Costa ou de coco. Depois de bem limpa com a palha da Costa e o sabão, tudo é lavado e friccionado com a Beldroe­ga. Na medicina ca­seira, usam-se as folhas socadas pa­ra apressar a cicatrização das feri­das (cortes, ferimentos por bala ou faca), colocando-se por cima, o efeito é rápido, em razão do prin­cípio ativo da planta, o ácido sali­cílico.

BERINJELA ROXA

Ligada aos Deuses Obaluayê e Tempo. Na me­dicina caseira as folhas aquecidas, colocadas por cima dos tumores, desinflaman-nos com brevidade. O chá das folhas é eliminador dos cálculos da bexiga e rins, sendo um ótimo diurético, aumentando o volume da urina.

CAAPEBA OU PARIPAROBA

Ligada aos Deuses Xangó e Oxóssi. Usada em Banhos e la­vagem de contas. Na medicina ca­seira, o chás serve para os males do fígado, e do cozimento das raízes em decocção, é usada como diuré­tico e para as perturbações uterinas.

CAFERANA OU ALUMÃ ( CAFÉ )

Ligada aos Deuses Ossaiyn, Xangô e Ogun. Na Bahia é conhecida por Alumã. Na medicina caseira é usada para fraqueza e debilidade. Poderosos

CABELO  DE MILHO

Ligada ao Deus Oxóssi . A aplicação na medicina caseira está no cabelo. Nasce das espigas ao fru­to e às sementes do milho. As es­pigas são ligadas a Deusa Iansâ. A espiga usada como Yteque (amuleto), de­pendura na porta da cozinha ou co­pa, sem que lhe retire a palha, fazxendo-se uma alça de palha que capeia a espiga e deixando-se a me­tade, no sentido do comprimento, descoberta, ficando os gãos à vista. É um modo de atrair fartura de alimentos.

Obs.: Quando estiver secando, trocar por outra verdinha. Na medicina caseira é usado como diurético e para cálcu­los renais (toma-se o chá).

CAPIM-LIMÃO

Na Bahía e Nordeste é co­nhecido como incenso de caboclo. Erva sagrada, Axé de Oxóssi, muito usada em lavagem de contas e instrumentos mágicos ritualisticos e nas defumações. Na medicina caseira é usado para males do estômago, resfriados, bronquites, tosses.

CIPÓ – CABOCLO

Usado nos banhos de des­carrego e lavagem de contas e instrumentos mágiscos ritualisticos. Na medicina moderna, usado em banhos para combater o linfatismo, inchaços e inflamações das pernas e testículos.

CIPÓ CAMARÃO

Usado em banhos de des­camgo e defumações. Na medici­na caseira, do cozimento das folhas e do cipó para feridas e contusões  (lavagem ou compressas ).

CIPÓ  BRAVO

Ligado aos Deuses Oxalá e Oxóssi. Na medicina ca­seira é usado para combater o fumo excessivo, controlador do sono e calmante.

COCO DE IRI

Ligado aos Deuses Oxossi e Iemanjá. Das Folhas são feitos banhos de descar­rego. Na medicina caseira, pelo co­zimento das raízes, debela os ma­les do aparelho genital feminino. Usado em banhos e lavagens.

CAROBINHA DO CAMPO OU JACANDÁ PETERÓIDES

Ligada aos Deuses Obaluayê, Omulú e Tempo. Esta planta é de grande Axá (poder) nos cultos baianos, pelo uso que o povo faz. Não conhecemos em ou­tras nações, fora do Congo, o em­prego litúrgico. Na medicina casei­ra o seu emprego vem dos Cambu­tas (Grupo Kilongo), negros que a trouxeram para a Bahia, como de­beladora dos males ou doenças de pele, coceiras, feridas e esfoladura.

CEBOLA DO MATO OU CENCÉM

Ligada aos Deuses Obaluayê e Exu. Na me­dicina caseira, usada ralada sobre tumores, é resolutiva como emoliente. Do cozimento (folhas), apressa a cicatrização de feridas que não fecham.

CIPÓ-CHUMBO

Ligada aos Deuses Obaluayê e Exu. Na medicina caseira muito usado como xa­rope para tosses e bronquites. Do cozimento das folhas é feito o chá para diarreias sanguinolentas e icterícia. Seco e reduzido a pó é eficaz para cicatrizar feridas.

COENTRO

Ligada aos Deuses Obaluayê e Oxalá. Na medicina caseira é usado como regularizador das funções digesti­vas e eliminador de gases intesti­nais.

CELIDÔNIO OU ERVA -DE-ANDORINHA

Ligada aos Deuses Ossaiyn, Obaluayê e Tem­po. Na medicina caseira é utilizada para la­var as vistas (cataratas). A lenda conta que as andorinhas apanhavam esta planta para dar vistas aos filhos. Era chamada pelos gregos de KLE­LIDÓN, que quer dizer andorinha, por isto vulgarmente é denomina­da erva-de-andorinha. É usada pa­ra banhar o rosto e o corpo e para tirar manchas.

COCO-DE -DENDÊ

Ligada aos Deuses Ossaiyn, Yfá e Exu. O óleo que se extrai da polpa do referido coco tem um teor enorme de vitaminas. A semente do coquinho, desprovida da polpa fornece um óleo branco e serve para substituir a manteiga:é a chamada manteiga de Carité ou Adin. Na medicina caseira é muito usado o coco, pera debelar dores de cabeça, anginas e diminuição da vista, em razão de fraqueza dos ór­gãos visuais (cataratas, etc..) inchaços de pernas e cólicas abdominais.

Cebola-do-Mato ou Mangue-Cebola

Ligada aos Deuses Exu, Omolú . Usada como a cebola-cecém, cortada em 4 partes iguais e distribuída pelos cantos, debaixo dos móveis para afastar falsidade, inveja, etc.

FEDEGOSO OU CÁDIA

      Ligada ao Deus Exu. Usada para sacudimentos de ambientes, banhos. Acompanha outras ervas que prestam àmesma finalidade. Também empregada para limpeza do chão. Pode ser também empregada como oferenda para deuses da guerra (Ogum, Áries e etc…).

DOURADINHA DO CAMPO

Ligada ao Deuse Obaluayê. Na medicina ca­seira é usada no tratamento das doenças da pele ou dermatoses. Es­ta erva cura a sarna e é o ponto fi­nal nas coceiras.

ESPINHEIRA SANTA

Ligada aos Deuses Obaluayê, Oxalá e Tempo. Também chamada de caucero­sa, salva-vidas, espinho-de-deus. Usada para banhos de descarrego. Na medicina caseira possui bastante aplicação quando recebeu de Olorun (Deus Suprem ), para aliviar as dores hu­manas. E empregada para debelar as afecçôes do estômago, nas gastrites, gastralgias, úlceras e câncer: Põe fim as dores com espantosa rapidez.

ESTORAQUE BRASILEIRO

Ligada aos Deuses Obaluayê e Oxalá. Usa­da a resina (goma) que aparece após se aplicar talhos, golpes, em volta do pé, do caule. Tirada a resina, es­ta é reduzida a pó. Emprega-se mis­turada com benjoim e alfazema, em farta defumação pessoal, depois do banho de descarrego. Na medicina caseira, o pó resultante da resina ou das cascas e folhas é usado para o tratamento de úlceras varicosas. Modo de usar: polvilhando as varizes.

ERVA CUNALEIRA

Ligado ao Deus Oxássi. Usada em banhos de descarrega. Na malici­na caseira usada como diuretico e sudorífico, muito empregada para o combate da sífilis. Usa-se o co­zimento das folhas.

FIGO DO INFERNO OU FIGUEOIRA BRAVA

Ligada ao Deus Exu. Belíssima arvore que da frutos grandes, de cor marrom-escura. No tronco nascem os frutos em grandes quantidades, bem juntos. Interessante é o perfu­me que chama a atenção de qual­quer pessoa que se aproxima do trunco. É local de concentração pa­ra Exu e de arriada de obrigações. Excelente para se deixar presentes para as entidades das ruas e da terra.

FOLHA-DA-FORTUNA / FOLHA -DE-OXALÁ  OU FOLHA-DA-COSTA

Ligada aos Deuses Oxalá e Exu. Usada nos banhos lustrais.

FIGO BENJAMIM

Ligada aos Deuses Obaluayê e Exu. Usado em banhos fortes para pôr fira à perseguição (obsidiação, obsessão). Fazer a gangorra — banho dado com o paciente de costas, sen­tado sobre uma gangorra feita de um paralelepídeso e uma tábua, on­de o paciente fica sentado no meio e o banho escorre para o ralo. Para melhor efeito, este banho deve ser dado no tempo ( ao ar livre ), junto com três sa­bugos de milho cortados ao meio.

Obs.: Estes sabugos tem de ser colhidos nos restos das feias-livres  ou no lixo, junto a estes, o pião roxo, pau – d’alho, aroeira,  vassou­rinha-de-relógio

GUACO CHEIROSO

Ligado aos Deuses Oxalá, Oxóssi, Oxumaré. Também conhecido como erva das serpentes. Usa­do para banhos de limpeza. Na medicina caseira é usado contra tosses rebeldes, bronqui­tes, como xarope. Aplicado contra veneno de cobra (soro antiofidico), com folhas secadas no local e o chá forte ( bebido ), dosagem de 30 gramas para 1 litro d’água.

GUINÉ PIPI

Usado em defumações pessoais e de ambientes. Na medicina caseira, o chá é usado para dores de cabeça (enxaquecas) e para reumatismo articular (artrite).

GUINÉ CABOCLO

Muito diferente do Guiné Pipi. pois esta dá em árvores de dois a três medos de aluna. Pró­pria de restingas, capoeiras e ma­tas. Encontrada principalmente em Arauama e ao longo do litoral flu­minense. Na medicina casei­ra, usada em chá, para os males do intestino, estômago, má digestão.

GAMELEIRA

 Ligada aos Deuses Tempo, Iroko ou Leôko e Xangô. Planta de grande poder e tida como intocável fetiche do Orixá Irôko, no Ketú, que no Jêjê é chamado de Loôko e no Congo e Angola de Tempo. Delas se recolhe, por ocasião das desfolhas, as folhas que caem e também aquelas que ficam com a parte direita do limbo para cima. É tal como se en­contram quando presas ao caule. No Brasil é conhecida a gameleira branca, árvore rara e quase extin­ta, embora existam outros tipos de gameleira. POR SER UMA ÁRVORE IN­TOCÁVEL,  E SAGARADA NÃO TEM USO NA MEDICINA CASEIRA.

HISSOPO OU ALFAZEMADE CABOCLO

Usada nos amacis de Ori, lavagem de contas, banhos. Na me­dicina do povo, usada nas afecções do aparelho respiratório e principalmente como xarope expectorante, anticatarral e bronquite.

HORTELÃ PIMENTA

 Ligada ao Deus Exu. Usada para banhos de descarga, do pescoço para bai­xo, para anular maus fluídos e car­gas, na purificação do altar e instrumentos mágicos.

KITOCO

Ligada aos Deuses. Na medicina caseira muita utili­zado nas doenças de estômago, em chá; e nos abcessos e tumores, as folhas são aplicadas socadas. Também para doenças de senhoras (chá), para dores uterinas, cólicas menstruais. etc.

JABORANDI

Usada Na medi­cina caseira na lavagem dos cabelos, tomando-os sedosos; tôni­co dos cabelos (policarpica). Ser­ve para suadouro eficaz nas pleuras, bronquites e febres que tragam erupções (sarampo).

JENIPOPO

Ligada aos Deuses Obaluayê, Tempo Iruko, Loôko e Ossaiyn. As folhas usadas para banhos de descarrego ou lim­peza. Esta árvore presta-se para uma simpatia muito útiI e eficaz pa­ra exterminar os ataques de cólera e epilepsia ou ataques do Tempo, apesar desses males serem conside­rados incuráveis. Coloca-se o doen­te de pé, encostado na árvore, e ao lado acende-se três velas dos três reinos da natureza, sendo uma de cera (animal), uma de carnaúba (­getal) e outra de espermacete (mi­neral) comum, formando um triân­gulo, e com uma faca virgem, de aço, reza-se suplicando a Ossayn e ao Tempo a extinção do mal, dando golpes no anuredo, dizendo:

AS­SIM COMO CORTO ESTA ÁRVORE, FICARÁ CORTADO DE FULANO, PARA SEMPRE, ES­TE MAL.

 Na medicina caseira as folhas são cozidas juntamente com as cascas e se extrai um sumo, usado no tratamento das úlceras varicosas. Lavando-as e o caldo dos frutos é remédio para combate à hidropisia.

JUREMA BRANCA OU MIMOSA VERRUGOSA

Bastante diferente da jurema preta, principalmente devido aos calombos que existem no caule, pe­los ramos. È também armada de es­pinhos. Na medicina casei­ra o uso de cascas em decocção (sabor amargo) tem aplicação em banhos ou lavagens, como adstrin­gente para doenças da pele. O chá ë empregado como narcótico para insônia e estado nervoso.

LÁGRIMA DE NOSSO SENHORA

Ligada aos Deuses a Ossaiyn e Yemanjá. As folhas com as sementes são usadas para banhar os olhos propiciando o desenvolvimento da clarividência. A aplicação é feita pela manhã e o banho dos olhos de­ve ficar durante a noite exposto ao sereno, retirando-se antes do Sol nascer.  Obs.:Esta erva nâo vai ao fo­go. Na medicina caseira e tida co­mo excelente diurético, chá. Os banhos debelam o reumatismo e re­duzem as inchações.

MALVA DO  CAMPO OU MALVARISCO

Ligada aos Deuses Oxalá e Oxóssi. Usada nos banhos para purificação pessoal, de altares e instrumentos. Na me­dicina caseira, é usada como emo­liente, empregando-se em boche­chos e gargarejos, em abcessos nas gengivas, inflamações da garganta e operações da boca.

MANJERICÃO ROXO

Ligada aos Deuses Obaluayê, Xangô, Tem­po, Iansã.  Colhido e posto a secar, é grande preventivo contra raios, coriscos, em dias de tempes­tades, usando-se o defumador. Usa-se em defumação como purificador do ambiente. É indispensâvel como ba­nho de descarrego e proteção. Na medicina caseira é usado, como os outros, para ma­les do aparelho digestivo e elimina­dor de gases.

MANGUE VENNELHO OU MANGUE-SAPATEIRO

Ligada aos Deuses Obaluayê e Omólu. Usa­do na medicina caseira pa­ra adstringente no tratamento das úlceras varicosas e feridas rebeldes, sendo aplicado em compressas ou banhos nas partes lesada Usado também para lavagens ginecológi­cas ou banhos de assento (moças virgens) para tratamento de leucor­réia (flores brancas).

MASTRÚÇO  OU MASTRUZ

Ligada aos Deuses Obaluayê e Oxalá. Usado na medicina caseira, goza de grande prestígio no tratamento das afecções pulmonares, principalmente nas pleurisias secas ou com derrames. Usa-se o sumo, simples ou de mis­tum com leite quente, quantas ve­zes possível. È um excelente antibíotico natural.

MALVARIOSCO OU CHAPÉU-DE – TURCO

Usada para banhos de des­carrego.

MANGUEIRA

Ligada aos Deuses Exu e Ogun. Usada como banhos de descarrego com a mis­tura de arueira, pinhão roxo, cajuiero e vassourinha de relógio, do pes­coço para baixa As folhas servem também para cobrir o chão a fim de afastar maus fluidos e larvas astrais.

MELÃO-DE -SÂ O-CAETANO OU ERVAS DAS LAVADEIRAS

Ligada aos Deuses Xangô. O Chá é Anfi-reumático, antifebril, banho de assento (doenças de senhoras, corrimentos, etc).

NÓS DE COLA ( OBI )

Ligada aos Deuses Oxalá, Obatalá, Odudwá, Olissas­sa, e demais divindades da criação. Os africa­nos comem os frutos do Obi, co­mo gerador de energias. Na medi­cina caseira é usado como tônico do coração, regularizando as pulsações e para o sistema nervoso, sendo também muito eficaz contra ane­mias.

CANA

Ligada ao Deus Exu . As folhas e os bagaços serve para as defu­mações. O açúcar extraído da cana é usado nas defumações des­truir larvas astrais e afugentar Éguns (desencarnados).

PIPEREGUM VERDE OU DAMACENA

Planta originária da Guiné (África). Grande Axé (força) de Oxóssi, o Deus da Caça. Usada para sacudimentos contra as energias de espíritos desencarnados, pessoas ou domicílios. Na medicina case ira é usa­da contra reumatismo, por meio de banhos e compressas.

PIPEREGUM VERDE E AMARELO OU DAMACENA RAJADA

Ligada aos Deuses Legun-Éde e Oxumarê. Usada da mesma maneira que o descrito antes, que é de Oxóssi.

PITANGUEIRA

Usada para defumações de ambiente para atrair dinheiro. Usa-se as folhas se­cas, misturadas com canela em pó, pé de café (virgem), açúcar, cravo­-da-índia e palha de alho e bagaço de cana-de-açúcar.

(Obs.: Esta defumação é feita da porta da rua para dentro da casa, deixando-se na área ou quintal o re­síduo, para depois despachar-se no dia seguinte, no mato, na praia ou água corrente. Usada na medicina moderna para dar fim às lombrigas das crianças, em chá.

 

PANECÊA OU AZOUGUE DE POBRE

Ligada aos Deuses Obaluayê e Xangô.  Na Bahia é conhecida por bolsa de pas­tor ou braço de preguiça. Na medicina caseira é tida co­mo poderoso diurético e eficaz no combate a sífilis, usando-se o chá. Também é indicada para as doen­ças de pele, eczemas e para debe­lar o reumatismo, em banhos.

PARIETÁRIA- VIDRO

Ligada aos Deuses Obaluayê e e Oxun. Ape­sar de fazer parte da família das ur­tigas, esta qualidade é inofensiva ao contato das mãos. Na medicina caseira é usada como diu­rético, das vias urinárias (urina sol­ta). É empregada, em cozimento das folhas, para os males da pele.

PAU – D’ALHO OU GUARAREMA

Ligada aos Deuses  Obaluayê e Exu. Usado em sa­cudimentos pessoais e domiciliar, casas, lojas, onde o homem exerce funções lucrativas. Também usado para banhos fortes de descarrego para retirar influência negativa. Usado com aroeira, pinhão roxo e bran­co. Na medicina caseira, as folhas, socadas e colocadas em cima de furúnculos e tumores, resolvem eficazmente. Também no cozimento das folhas, em banhos quentes e de­morados, é muito útil para reumatismo e hemorróidas.

PITEIRA IMPERIAL

Ligada aos Deuses Ossaiyn, Obaluayê e Tempo. Na me­dicina caseira, as folhas verdes e co­zidas são usadas para lavar feridas e dermatoses.

RABO DE TATU OU LANCETA

Ligada aos Deuses Obaluayê e Oxóssi. Na medicina caseira que é tida como uma preciosidade para abrir abcessos e tumores, pôr fim às inflamações, panarícios, unhei­ras, erisipelas, regenerando o teci­do cutanêo atacado por inflamações de qualquer origem e fazendo ces­sar as dores.

SUMARÉ OU BISTURI-DO-MATO

Ligada aos deuses Obaluayê e Oxóssi. Na medicina caseira os seus efeitos rápidos pro­movem a abertura de tumores de qualquer natureza, expulsando o pus e fazendo cessar dores, para ali­vio do paciente. Extingue os furún­culos, panarícios, erisipelas. Contra a inflamações de qualquer origem, abre-se a banana (bulbo) da planta e com uma colher raspa-se a goma nela contida (mucilagem), colocan­do sobre a pele inflamada ou tumorada, cobrindo-se com gaze ou pano limpo.

SABUGUEIRO

Ligada ao Obaluayê, muito usado na medicina caseira para tratamento de catapo­ras, sarampo, escarlatina. Usado para suadouro, do cozimento das fo­lhas é um grande diaforético e de­beladora do sarampo.

SAPÊ OU SAPÉ

Ligada ao Deus Exu.  As raízes são usadas para banhos de descar­rego. após o sacudimento.

Obs.: O banho é do pescoço para baixo.

VASSOURINHA DE IGREJA

Ligada ao Deus Exu. Usada para sacudimentos de casas. Juntamente com cipreste e palha-da-costa, serve para espantar energias de desencarnados e todos os males são retirados,

 

URTIGA  –  MAMÃO

Ligada ao Deuse Obaluayê. Na me­dicina caseira, muito usada para cura de erisipela. Usa-se em chu­maço de algodão embebido no lei­te da planta.  Emprega-se o chá das folhas para debelar males dos ruins (O banho, forte, afasta influências energéticas de desencarnados).

Portal a&e Voltar ao tema: Ervas mágicas | Horóscopos |

Simpatias Amor | Amarrações | Encantamentos | Simpatias ciganas | Wicca |

Simpatias & magias egípcias | Banhos mágicos | Amuletos & Talismãs |

Simpatias Dinheiro & Prosperidade | Incensos mágicosSimpatias angelicais |

Simpatias para engravidar | Feng Shui | Simpatias para o Lar |

| Simpatias, magias & feitiços rápidos | Magia das Fadas | Poções mágicas |

(Visited 5.316 times, 1 visits today)
Partilhe, recomende e vote neste artigo